Aceite o amor que a Virgem Maria tem por você


Você não foi feito para o mal, para o pecado: Deus o criou para o amor. Você não foi concebido para a bebida, os tóxicos, o jogo; para o roubo, para se aproveitar dos outros e, assim, ganhar mais; tampouco para a mentira, a hipocrisia, o ódio, o rancor; para a revolta consigo mesmo e com sua família… Não. Você foi criado para amar! Deus é amor e habita em seu coração e você, no fundo, percebe isso. Ao cometer um erro você se sente mal, mas não tem coragem de mudar a situação, pois o mundo o aliciou demais. O mundo apresentou o “caramelado”, e por causa desse caramelo, você vai à infelicidade.

A Santíssima Virgem Maria lhe diz: “Meu filho, minha filha, veja o que o pecado fez com você. Mas eu que sou Mãe, tomo-o no colo, como tomei o Corpo de meu Filho estraçalhado na cruz. Talvez você não tenha errado muito, mas é infeliz. Eu vejo a infelicidade em seu lar dividido porque seu marido é infiel, sua mulher é neurótica, seu pai é autoritário demais, e seu filho muito revoltado… Eu vejo seu coração de pai, de homem, despedaçado, vejo seu coração de mãe pequenininho, machucado, ferido e me condoo. Contemplo seu coração de jovem que não está feliz com a escola, o namoro, a família, e como lhe estraçalharam o corpo, a alma, o espírito. O mundo só lhe deu ódio, sexualidade, prazer; não lhe deu amor. Eu entrego todo meu amor de Mãe a você, tomando-o em meu colo e abraçando-o ternamente. Sinta isso agora. Eu me condoo com você e o acaricio para curar seu coração ferido. Você precisa muito da minha cura de Mãe. Não fique pensando muito em seus problemas, mas aceite meu amor”.

Responda agora a Virgem Maria: “Sim, Mãezinha, eu aceito seu amor. Obrigado porque entendeu minha situação e me tomou no colo, envolvendo-me com ternura. Muito obrigado, Maria, minha Mãe, Mãe de Jesus, por seu amor curador”.

E ela lhe diz: “Assim como fiz com o Corpo de meu Filho, quero prepará-lo agora para a ressurreição. As flores que foram pisadas, machucadas, jogadas ao chão não podem se refazer; criatura alguma pode levantá-las. Mas eu posso restaurá-lo, e estou aqui para fazer de você uma linda obra, porque é esse o desejo de meu Filho. Todo aquele que está em Cristo é uma nova criatura; passou por aquilo que era velho e estragado, foi pisado e estraçalhado e se faz novo. Meu Filho quer que eu faça essa obra com Ele e por Ele. Por essa razão, em primeiro lugar, é preciso que você acredite no amor de Deus. Ele o ama com o amor mais terno, mais puro. O Altíssimo sabe tudo a seu respeito, inclusive sobre os pecados que a vida o levou a cometer. Mas apesar de tudo isso Ele o ama. Justamente porque você ficou estraçalhado pela vida, Deus o ama com aquele amor que uma mãe tem por seu filho doente, acidentado, jogado em uma cama de hospital. E, como Mãe, estou agora tocando e curando seu coração para que você acredite e aceite o amor do Pai por você”.

Responda agora a Santíssima Virgem Maria, não deixe para depois: “Maria, minha Mãe, eu aceito a obra que está fazendo em mim. Muito obrigado. Eu creio: Deus me ama com tudo aquilo que eu tenho, com tudo aquilo que eu sou. Ele não olha para o meu mal, o meu pecado, mas para mim, e com muito carinho, ternura, misericórdia me ama. Muito obrigado, Maria”.

Trecho extraído do livro “Consolados por Maria”

(Canção Nova ;D Monsenhor Jonas Abib – Formação)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s