Nossas casas precisam ser oásis de amor e oração


Tenha você juízo nessa sua cabeça! Nós precisamos transformar nossas casas e nossas famílias em oásis de amor e oração. Há muita coisa por fazer. Temos de fazer “faxina”, “limpeza geral”? Temos! Mas é necessário fazer algo muito positivo, pois é o amor que destrói uma multidão de pecados. Não existe outro caminho: nossas casas precisam ser oásis de amor e oração. As duas coisas. Talvez nós caprichamos mais na oração e o Senhor vá nos dar por acréscimo o amor. Talvez você priorize mais o amor… Mas o Senhor não o deixará somente no amor. Ele o levará também à oração.

Nós temos de fazer da nossa casa um santuário de oração. Ninguém reza na sua casa? Comece você! Faça da sua casa um santuário de oração, mesmo que você seja a única pessoa rezando ali. Há cinco, seis, oito pessoas em sua casa… E ninguém reza. Então reze você pelos outros. Vai ser uma dureza! Mas você precisa salvar a sua família. Reze por todos de sua casa.

E tenha certeza: se você começar a rezar, a rezar, a rezar… logo encontrará “mais alguém” (talvez seja apenas uma criancinha em casa que comece a rezar com você): talvez seja o vovô, a vovó, talvez seja depois um adolescente, e, assim, vai crescendo o número. A oração é “pegajosa”! A oração é como fogo: encostou e já vai queimando! Acredite nisso! Se os outros não rezam, comece você a fazê-lo e não desanime. […]

Gente, “rezar constantemente” significa constância na oração. É não deixar a “peteca cair”! Sem nunca desanimar. É rezar contínua e constantemente. Sempre. E nada nos desanimar! Nada.

“Ah! Os outros não rezam!” Não faz mal. Você faz a parte deles. E tenha certeza: a oração vai sendo passada para os outros e, em pouco tempo, sua casa se transformará num santuário de oração.

Além disso, uma vez que você vai fazer uma “limpeza geral”, faça também na sua casa um santuário de oração. Claro, escolha o melhor lugar da sua casa: talvez seja na sala, para que todos aqueles que chegarem a sua casa tenham aí uma demonstração clara de que ali se encontra um santuário. É muito simples: você coloca, em um local da casa, uma Bíblia, um crucifixo, ou um quadro, uma imagem (mesmo que pequena), podendo adornar tudo isso com flores. Pode-se colocar uma vela, ou uma luz acesa, de maneira que você reconheça ali como o seu santuário, o seu local de oração. É o santuário da família. O local de oração da família.

Este lugar vai se tornar atrativo. Será o “ponto de convergência” da sua casa. Talvez tenham existido muitos outros pontos de convergência em sua casa… Talvez o barzinho, a televisão… A churrasqueira onde todo o mundo se embebedava ou a piscina onde tantas coisas aconteceram… Que agora o ponto de convergência da sua casa seja o santuário. E se você ainda não pode colocar este santuário em sua sala para que todos vejam, coloque-o em outro local: talvez no seu quarto, próximo da cama, ali no seu “cantinho”. E ninguém vai impedir você. Comece mesmo que o seu santuário seja todo em “miniatura”, mas comece.

E é claro, se você pode fazer o santuário, não seja “sem-vergonha” de não fazê-lo no lugar de maior destaque de sua casa! No lugar mais caprichado. No melhor local, pois nenhum lugar da sua casa deve ter maior capricho do que o local do seu santuário. E saiba que os seus filhos adolescentes que não rezam, quando você menos perceber, na hora em que ninguém estiver ali no santuário, eles estarão rezando nesse lugar. Também o seu marido que não reza e não quer saber de oração estará ali, rezando, como que “atraído”, fascinado por este santuário de oração.

Trecho da palestra “Oásis de amor e oração” de 2 de janeiro de 2000

(Canção Nova ;D Monsenhor Jonas Abib – Formação)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s