O lado bom da angústia


Por que sinto esta angústia? O que ela significa? Deus está nisso?

A angústia geralmente é encarada de modo negativo porque se trata de uma experiência dolorosa. Quero partilhar com você um outro lado em que ela [angústia] pode levá-lo a ser mais próximo de Deus. Geralmente, este sentimento nos leva a sentir desânimo. Muitas vezes, ao vivê-la, nos sentimos sem forças nem mesmo para sorrir ou para estar com as pessoas. Nesses momentos, preferimos nos isolar. Até pensamos que seria melhor para os outros a nossa distância, pois não queremos que o nosso mal-estar os prejudique. Muitas vezes, quem está nesse estado se sente também esquecido pelos outros e inclusive por Deus. Enfim, muitos são os “fantasmas” que nos assustam.
Muitas podem ser as causas desse sentimento: cansaço físico ou mental, problemas de saúde, falta de perdão, ciúmes, um cultivo de um constante desejo de receber amor seguido pela preguiça de dá-lo aos demais.
Acho que lhe provoquei alguns questionamentos, que bom. Se você está sendo impelido a descobrir a causa de sua angústia, saiba que você atingiu o principal objetivo desse texto. Parabéns!
Os livros sapienciais das Sagradas Escrituras, de modo especial o “Eclesiastes”, nos ensinam que na dor, devemos refletir, pois nesses momentos difícieis Deus trabalha em nós. Se os analisarmos bem, podemos descobrir que o Espírito Santo está nos curando, nos amadurecendo e nos levando a superar a nós mesmos ou está nos ensinando a dar uma resposta ativa com relação a esse comportamento inativo que possamos ter.
Podemos ver um exemplo sobre isso em um lugar muito conhecido aqui na Terra Santa, o Getsêmani. Ali Jesus precisou superar a angústia profunda que o levou a suar gotas de sangue para fazer a vontade do Pai.
Enfim, de qualquer modo, ela pode ser bem aproveitada para nos conhecermos melhor, descobrir em que precisamos de tratamento e onde podemos crescer para servir melhor aos outros.
Jó, um grande santo do Antigo Testamento, disse o seguinte no extremo de sua dor: “Se recebemos de Deus os bens, não podemos receber também os males? O Senhor deu, o Senhor tirou, como foi do seu agrado assim aconteceu. Bendito seja o nome do Senhor”. Veja a atitude deste homem. Ele não murmurou em sua dor, mas a acolheu com paciência. E ainda mais: ele louvou a Deus.
Quem ama a Deus O louva mesmo na dor, pois no fundo sabe que Ele pode tirar o bem do maior mal. Louvemos ao Senhor, bendigamos o nome d’Ele, pois Ele está fazendo uma obra maior do que possamos compreender, por isso nessas horas não sabemos nem dar nome ao que está acontecendo em nós.
Procuremos, sim, ajuda, de médicos, psicólogos e de pessoas boas e capazes. Contudo, tenhamos certeza: Deus está nessas horas mais perto de nós do que quando pensamos que Ele está longe.
Que Ele o ajude a encontrar o bem na dor.

Leandro César

(Comunidade Canção Nova – http://www.cancaonova.com)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s